Suanê: Artebiografia

R$260,00

Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$100,00
Entregas para o CEP:
Frete grátis a partir de R$100,00
  • Zeus Livros Av Brig Luís Antônio, 1564 - Piso 2 - Cj 32 - Bela Vista - São Paulo
    Grátis

Suanê: Artebiografia 
Autor: Hernani Maia Costa
Editora: Noeses
ISBN: 9788583101208
Páginas: 328
Edição: 1
Ano: 2019

 

 

Sinopse:


Conheça! - Trata-se da biografia e catalogação da produção artística de Lúcia Suanê Carvalho Nóbrega. Uma Artebiografia como gênero literário e fonte de história e cultura, retratando a sua arte em constante mutação ao longo das sete décadas de atividade da artista.

Diferencial - Contextualização dos relatos da vida da biografada e seu trabalho, com as mudanças culturais e históricas pelas quais o Brasil passou, em especial a cidade de são Paulo.

A Artista - Aos 97 anos continua em plena atividade. Não se deixa rotular, é avessa a qualquer classificação ou definição de sua arte, quando a denominam de pintora moderna, primitivista ou artista naif, considera-se simplesmente “artista popular”. Sua inspiração criativa decore de memórias, lugares e gentes que conheceu ao longo de sua vida, observa-se, portanto, que sua criação não é inteiramente subjetivista, mas sim permeada por traços e referenciais culturais que marcaram sua trajetória.

Estrutura - Divide-se em partes, que acompanham a trajetória pessoal da Artista: as origens pernambucanas; sua vida na cidade de São Paulo; seu início na Arte; a presença de D. Francisquinha (mãe) e de Nelson Nóbrega (marido e também um grande artista plástico); as décadas de transição; a fase cósmica e a fase final (após o ano 2000, de volta às origens), com as séries: mamulengo, pastoril, sertões, chuva, festas, memorias, lugares, luares, retratos e mais.

Algumas Palavras, por Paulo de Barros Carvalho - “Há pessoas que cumprem sua trajetória de vida com tanta força existencial, com tal energia de movimentos intersubjetivos, irradiando uma dignidade tão meritória para o todo social, que a comunidade de que faz parte não pode deixar de registrar sua enorme significação histórica. Principalmente quando expressam sentimentos e realizam valores morais do modo mais relevante que se pode imaginar. Falo de Lúcia Suanê Carvalho Nóbrega, cujo nome artístico é Suanê. Ela crê, firmemente, na riqueza inesgotável do real, requerendo a criação incessante de novos conceitos, aspecto que já diz alguma coisa a respeito das sucessivas transições que marcam, incisivamente, sua obra. A pintora não cessa de reinventar-se, de exprimir seus sentimentos, sempre delicados, mas de maneiras diversas, com instrumentos artísticos diferentes, sem abandonar, porém, os dados nítidos de uma cultura declarada, que vem do chão da sua experiência vivida: a cada instante, suas telas revelam o lirismo do seu Nordeste encantado. Aliás, o termo “cultura”, na acepção mais expressiva de sua base semântica, e creio ser a mais autêntica, é exatamente isso que Suanê exibe com a discreta e comedida eloquência de suas manifestações.”

Público-alvo – Historiadores, cientistas sociais, estudantes de arte e interessados em arte plástica.

Autores - Francisco de Sales Gaudêncio é Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP) e advogado. Professor aposentado do departamento de História da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), membro do Instituto Histórico e Geográfico da Paraíba e da Academia Paraibana de Letras. Presidiu diversas instituições educacionais e culturais em seu Estado. Nos últimos anos, vem se dedicando às áreas de preservação da memória e legislação de proteção ao patrimônio cultural.
Hernani Maia Costa é Pesquisador e Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP). Professor aposentado do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Ex-diretor associado do Centro de Memória na UNICAMP. Atualmente, tem desenvolvido trabalhos e assessorias nas áreas de história, memória e cultura.